Curaçao

Curaçao é a maior e mais desenvolvida ilha do arquipélago das Antilhas Holandesas antigo arquipélago das Antilhas Holandesas, desde 2010 tornou-se um país autônomo. A língua oficial é o holandês, mas também se fala o espanhol e o inglês.

A capital Willemstad é super charmosa e foi declarada patrimônio da humanidade pela Unesco em 1997, seus prédios lembram uma Amsterdã de colorido caribenho. Uma outra atração são as pontes móveis, considerada a maior do mundo, ela abre e fecha para a passagem de navios além de ligar Otrobanda a Punda.

Willemstad

Minha estadia em Curaçao foi bem curta apenas 1 dia e meio. O voo de Aruba para Curaçao é o mais curto que já peguei dura cerca de 20min. Minha maior motivação a conhecer Curaçao foi o aquário, pois uma das atrações do aquário é aquele “encontro” com os golfinhos.

O que pude fazer em 1 dia e meio:

No início da manhã fui direto conhecer o Sea Aquarium, bem estruturado, uma ótima atração para crianças e adultos.No Sea Auqarium é oferecido 5 programas com golfinhos: Dolphin Swim,  Dolphin Encounter, Dolphin Snorkel,  Dolphin Open Water Dive e Dolphin Scuba Encounter. Nos 2 primeiros as pessoas ficam paradas ao lado de uma grade (como na foto abaixo) enquanto o golfinho nada e faz umas brincadeiras, nós passamos as mãos nele para sentir a “pele” dele enquanto a instrutura dá explicação sobre o golfinho. Já nos 3 últimos programas, as pessoas têm um contato mais próximo com os golfinhos, pois é permitido que você nade com eles, além deles fazerem aquelas brincadeiras que sempre vemos na tv, de empurrar a pessoa na água com o bico. Minha intenção era nadar com o golfinho, mas como eu marquei na hora já não havia mais vaga e tive que fazer o Dolphin Encounter. Fiquei chateada, mas no final valeu a pena. Recomendo reservar aqui com antecedência o programa que desejar fazer.

Depois do passeio com os golfinhos fui almoçar e fazer compras em Willemstad, assim como Aruba, Curaçao também é tax free. Boa para comprar eletronicos e celulares já desbloqueados. Achei os preços melhores que em Aruba. Também há lojas mundialmente conhecidas como: Timberland e Victorinox.

Como era de se esperar as praias são maravilhosas, há vários hotéis resorts e cassinos que possuem a sua própria praia, mas o acesso é liberado. Passei a manhã antes do meu voo de volta a Aruba caminhando pela praia de Piscadera Bay, se for até o final dela verá o inicio de uma baía linda. Nesta praia também tem um ponto onde saem passeios para mergulho.

Ponto de partida para mergulho

Se puder vale a pena ficar em um destes hotéis (Marriot, HiltonFloris Suite) e prolongar a estadia para mais de um dia, a ilha é linda e possui muitas atrações.

praia do Marriot

Sites úteis:

http://www.curacao.com

Cia. Aéreas que fazem voos pelo Caribe:

Dutch Antilles Express (DAE)

Air Jamaica

Divi Divi Air

8 comments for “Curaçao

  1. 10 de agosto de 2011 at 23:16

    Oi Cris
    Curaçao agora tem uma página dedicada especialmente aos brasileiros no Twitter (@curacaobrasil_) e Facebook (Curaçao Brasil). Obrigada por escolher a ilha como um dos seus assuntos. Só para esclarecer, Curaçao é um país autônomo desde o ano passado, depois da extinção das Antilhas Holandesas. Estamos divulgando o seu posto no nosso facebook e twitter!!

    • 11 de agosto de 2011 at 0:07

      Obrigada, pela atualização Evelyn!
      Post corrigido!!
      Adorei a iniciativa da página dedicada totalmente a brasileiros,
      bjs

  2. 17 de agosto de 2011 at 9:18

    Oi Cris!
    Estou indo para Curaçao em dezembro.
    Gostaria de saber se há alguma exigência específica para entrada na ilha, além do passaporte. Já tenho o vacina de febre amarela. Preciso de mais alguma coisa?
    Abraço!

    • 17 de agosto de 2011 at 10:13

      Olá Miss Anna,
      Os brasileiros que permanecerem na ilha por até 30 dias não precisam de visto para entrar em Curaçao, só precisa do passaporte mesmo.
      Quando eu fui para lá também não me exigiram a vacina contra a febre amarela, mas se você tem melhor, rs.
      bjs,
      Cris

      • 23 de agosto de 2011 at 7:46

        Obrigada por responder, Cris! Seu post me ajudou muito.
        Estou agora me batendo para arrumar “guias” (não viajo sem eles) sobre Caracas e Curaçao. Difícil! Só encontrei um, da Publifolha, do Caribe, apenas com algumas páginas sobre Curaçao :(

        Abraço.

  3. Ludmilla Totinick
    27 de novembro de 2011 at 10:12

    Cris, o seu blog está incrível…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *