Rio da Prata – Bonito

O Recanto ecológico Rio da Prata é o passeio que todos devem fazer! Ele já foi premiado 2 anos consecutivos pelo guia 4 rodas de 2008 e 2009 como a melhor atração turística do Brasil, fora os outros prêmios.

As atrações do Recanto ecológio Rio da Prata são: trilhas e flutuação, mergulho com cilindro, passeio a cavalo e observação de aves.

O que eu fiz foi a trilha e flutuação.

Como dito no post anterior, os passeios devem ser comprados antecipadamente em uma agência de turismo de Bonito. Eu fiz todos os passeios pela Bonitour e recomendo.

O meu passeio estava marcado para as 10:30 da manhã.

Acordamos cedo e pegamos a estrada para o Rio da Prata que fica na cidade de Jardim, a distancia entre Bonito e o Recanto Ecológico Rio da Prata é de 50 km, percorremos fazendas, estradas asfaltadas, pontes de madeira e estradas de chão.

Chegando lá preenchemos um formulário com algumas informações pessoais para o seguro contra acidentes. Depois o guia juntou o grupo, que é no máximo de 9 pessoas, e nos deu algumas informações sobre o passeio e sobre as roupas. No passeio estão inclusos as roupas de neoprene, as botinhas e a máscara. Eu preferi levar a minha máscara, acho mais higiênico e confortável.

Após colocarmos a roupa embarcamos em um jipe que nos leva para o início de uma trilha super agradável onde podemos observar alguns animais e a vegetação da região. A trilha termina na nascente do rio Olho D’Água, nesta hora entramos na água, o guia tira todas as duvidas sobre a flutuação, o rio, os peixes e fazemos um pequeno treinamento, assim o guia pode perceber quem pode ter mais dificuldades na flutuação e dar mais atenção a esta pessoa.

E aí começa este passeio maravilhoso. A temperatura da água é de 24°c, super transparente, com profundidade de 1 m e muitos cardumes de peixes. Quase não se faz esforço para nadar, a correnteza vai te levando suavemente. São 2 km até o encontro com o Rio da Prata.

rio Olho D’Água

rio Olho D’Água

rio Olho D’água – água muito azul

O Rio da Prata é mais fundo e a água um pouco menos cristalina, mas nem por isso é menos bonito. Nesta parte para quem estiver cansado é possível terminar o passeio dentro do barco que acompanhará o grupo. No meu grupo ninguém quis sair da água. É tão gostoso que não dá vontade de ir embora.

Rio da Prata

Com sorte ou azar para algumas pessoas, um jacaré, uma sucuri ou até mesmo uma lontra poderão aparecer no caminho, infelizmente eu não vi nenhum destes animais, mas vi muitos macacos prego.

Após 4 horas de passeio, voltamos para a sede de carona no jipe e fomos recebidos com um delicioso almoço com comidas típicas do Mato Grosso do Sul.

Só de escrever este post fiquei com vontade de voltar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *