Rio – Punta del Este de carro

Como havia dito anteriormente nos últimos meses estive planejando uma viagem de fim de ano com o meu cachorro para Punta del Este. Todos os anos passo o reveillon lá e esta virada também estávamos planejando ir para lá mas acompanhados do nosso animalzinho.

Nós temos um buldogue inglês, que são cães com muita sensibilidade ao calor além de ter dificuldades para respirar. Após ler alguns relatos de pessoas que já perderam seus animais de estimação em voos,  inclusive a gol foi proibida de transportar animais de focinho curto, nós concluímos que nossa única opção seria ir de carro para lá.

Sendo assim, tive que planejar toda a viagem pensando que teríamos que fazer mais paradas que o normal e ainda encontrar hotéis que aceitassem animais.

Um site que me ajudou muito a encontrar os hotéis foi o Turismo quatro patas, pois este foi o único site que estava atualizado.

Esta busca de hotéis foi muito difícil, pois a maioria dos hotéis que aceita animais só aceitam animais de até 10kg e o Willie tem quase 30 kg, após pesquisar muito eu encontrei a rede de hotéis Hotel 10.

O hotel 10 fica em pontos estratégicos para quem está viajando, por isso não precisamos desviar da nossa rota para dormir.

Nós ficamos super satisfeitos com as acomodações, as camas são confortáveis e o sistema do hotel é bastante prático. Na hora do check in já é feito o pagamento da estadia, na recepção tem opções de lanches e bebidas que também são pagas no ato do consumo o que facilita o ckeck out, pois é só entregar a chave. O quarto tem frigobar. Recomendo tanto para quem tem animais de estimação quanto para quem não tem.

Chegada em Punta

Chegada em Punta

Voltando ao roteiro, nós fizemos a viagem em três dias.

1° dia – Rio de Janeiro – Curitiba

Saímos do Rio um pouco tarde, as 10:00 da manhã e por isso pegamos algumas retenções na estrada, além de ter que passar no meio da cidade de São Paulo na hora do rush. Após conseguir sair da cidade de São Paulo pegamos um engarrafamento de quase 3 horas na Régis Bittencourt, a estrada está em obras e para completar uma carreta tinha virado. Nossa programação era chegar as 22:00 no Hotel 10 de Curitiba mas acabamos chegando as 03:00 da madrugada. Outra fato foi que o gps nos mandou para o lado oposto ao hotel e por isso tivemos dificuldade de encontrar. O hotel não fica na Régis Bittencourt ele fica na BR 376, no gps tive que colocar BR 376 direção Orleans.

Para seguir a situação do transito em tempo real da Régis Bittencourt acesse este site .

2° dia – Curitiba – São Leopoldo

Devido ao atraso do primeiro dia acabamos nos atrasando também no segundo dia e saindo as 10:00 da manhã. Nós seguimos para São Leopoldo  que fica a mais ou menos 40 minutos de Porto Alegre. Nós queriamos nos hospedar em POA, mas não encontramos nenhum hotel que aceitasse cachorro do porte do Willie, então acabamos decidindo ficar no Hotel 10 de São Leopoldo. Pegamos a BR 116 que passa pelo interior do estado do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Eu fiquei admirada com tamanha beleza do trecho do Rio Grande do Sul, onde passamos por Caxias do Sul, Gramado, Nova Petrópolis. Muitas vinículas no caminho e vontade de parar em todas. Chegamos as 22:00 no hotel, que desta vez foi mais fácil de encontrar, pois ela fica na BR116.

3° DIA – São Leopoldo – Punta del Este

Nós seguimos pela BR116, pois queríamos passar pela fronteira Jaguarão (BR) – Rio Branco (UY), a estrada é muito bem sinalizada e muito boa. Saímos as 08:00 da manhã e chegamos no Jaguarão por volta das 12:30. Como ninguém é de ferro paramos para fazer o free shop e depois seguir a viagem (vou escrever sobre os free shops em outro post).  Após as compras fomos fazer a alfândega, apesar de ser vespera de Natal a alfândega estava bem vazia, na verdade só tinha a gente e os funcionários. Aliáis foi super tranquilo eles só olharam nossas identidades e não deram a menor bola para a carta verde e a autorização do Ministério da Agricultura do Brasil confirmando que o Willie está apto a viajar. Após feito todo o trâmite pedimos informação ao funcionário de como faríamos para chegar a Punta del Este, pois a partir dali já estariamos sem gps. O trecho é pouco sinalizado, as estradas são antigas e muito vazias. Diversas vezes nos encontramos só na estrada. Para quem fizer este caminho já deixo aqui a expplicação: Seguir sempre reto pela Ruta 8 até Aiguá, lá entrar na cidade e seguir para ruta 39 ir sempre reto e após a cidade de San Carlos se chega a Maldonado.

Chegamos em Punta as 19:30 da noite, bem cansados mas a cidade nos recebeu com um lindo dia!

Fronteira Rio Branco - Jaguarão, na volta

Fronteira Rio Branco – Jaguarão, na volta

Para quem esta se perguntando se valeu a pena levar meu cachorro nesta longa viagem eu respondo que realmente é uma viagem longa e estressante, mas a chegada e a liberdade e diversão que ele teve em Punta compensou todo o estresse. E além do mais ele não nos deu muito trabalho, pois ele dormiu a maior parte da viagem e nem precisou tomar remédio para enjôos.

Nossa volta foi exatamente igual sendo que no segundo dia ao invés de pernoitar em São Leopoldo dormimos em Nova Petrópolis no sítio de um amigo.

Ps: Se preparem para os pedágios, são muitos ao longo do caminho, os preços variam de R$3,10 a R$10,10.

Entre Rio Branco e Punta há um pedágio que custa cerca de R$9,00.  No Uruguai também é aceito real, dólar e pesos argentinos.

Sites úteis:

http://www.estradas.com.br/new2/pedagios/menu.asp , neste site dá para ver os valores de cada pedágio.

15 comments for “Rio – Punta del Este de carro

  1. Josélia
    11 de janeiro de 2013 at 13:18

    Vi seu post no bulldogada carioca e fiquei curiosa pra saber da sua viagem com o seu gordo!!! Achei simplesmente sensacional demais…..
    Muito legal mesmo!!

  2. Giuliano Vieira
    25 de abril de 2013 at 12:19

    Boa tarde

    Achei demais essa viagem.

    Gosto muito de viajar e quero ir a Punta Del Este de carro, adoro dirigir.

    Gostaria de saber mais sobra a viagem, quando foi feita essa viagem? Qual o custo de pedagios, hoteis etc, qual a melhor epoca.

    Se puder orientar agradeceria muito.

    • 25 de abril de 2013 at 12:59

      Olá Giuliano,
      Então eu iniciei esta viagem em dezembro de 2012 e terminei em janeiro de 2013.
      Bom, para ir a Punta del Este o melhor é ir no verão. Como eu fui pela BR 116 eu peguei serra em Santa Catarina e no Rio Grande Sul e em relação ao clima não passamos calor em nenhum dia, pelo contrário passamos frio.
      Sobre os hotéis como eu estava com meu cachorro nós ficamos no único hotel que aceitava cachorro e não saia muito da nossa rota. Ficamos no Hotel 10 no site tem as tarifas.
      Sobre os pedágios eles são muitos neste site dá para você ver quantos são os pedágios e os preços: http://www.estradas.com.br/new2/pedagios/menu.asp
      Sobre as estradas, em Santa Catarina a maioria está em obra, estão duplicando todas as vias. Mas no geral eu achei as estradas muito boas e muito bem sinalizadas.

      Espero ter te ajudado.
      Se houver mais duvida pode perguntar.
      Bjs,
      Cris Abreu

  3. Mário Barros
    18 de agosto de 2013 at 22:07

    Olá excelente o relato, de muita ajuda aos que como eu estarão viajando com seu cão. Nós estamos indo agora em outubro numa Expedição saindo de João Pessoa até Ushuaia e estamos levando nosso cachorrinho, estamos indo para morar. Vamos também passar por Punta del leste, a pergunta é em que hotel vcs ficaram lá? Nosso e mail é: brasileirosemushuaia@gmail.com
    Muito obrigado
    Mário Barros

    • 19 de agosto de 2013 at 10:45

      Olá Mário, que bom que o relato te foi útil! Muito legal a sua expedição para o Ushuaia. Quanto chão e quanta coisa vocês irão conhecer! Em Punta del Este, não ficamos em hotel, ficamos na casa de amigos. Dependendo do tempo que forem ficar lá vale a pena alugar uma casa ou apartamento. O único que sei que aceita animais é o Conrad. No site do booking existe a opção de filtro: Aceita animais de estimação. Espero ter ajudado. Boa viagem para vocês! Cris Abreu

  4. Aparecido
    28 de janeiro de 2014 at 17:26

    Ola Cris, adorei seus comentários e pode me ajudar muito. Eu moro em Floripa e estou pretendendo com minha esposa uma viagem para o Uruguay com nosso Frederico, é um PUG de 3 anos, bem parecido com o seu o temperamento dele. Minha pergunta é se devo levar este certificado do Ministério da Agricultura emitido pelo Brasil ou simplesmente uma declaração da veterinária? Voce teve problemas na alfandega por levar seu cachorro?

    Obrigado

    • 28 de janeiro de 2014 at 17:46

      Olá Aparecido!
      O Frederico vai adorar a viagem, tenho certeza! O meu Willie fica super feliz quando viajamos!
      Eu não tive problemas na alfandega, na verdade nem olharam o documento do meu cachorro. Mas eu fiz em Jaguarão/Rio Branco que é uma fronteira bem tranquila. Já no Chuí, um amigo que foi por lá teve que mostrar o documento do Ministério da Agricultura.
      Por precaução aconselho a fazer sim o documento da agricultura, ele não custa nada e é super fácil de fazer. Na verdade tudo depende da pessoa que vai te atender na fronteira, que pode ser uma pessoa tranquila como também pode ser uma pessoa exigente. Espero ter ajudado e boa viagem para a família!

  5. Milene
    19 de fevereiro de 2014 at 22:56

    Olá!

    Adorei o posto. Estou pensando em ir para Punta ficar uns 8 dias e levar meus 3 cachorros. Nese caso seria melhor alugar uma casa. Minha dúvida é sobre os cachorros nas praias…é permitido?? E por acaso tem vira-lata nas ruas?

    Obrigada!

    • 20 de fevereiro de 2014 at 10:08

      Olá Milena! Sim, em Punta todo mundo leva os cachorros para praia e também tem vira-latas nas ruas, mas são poucos. Raramente eu via algum andando na rua. Boa viagem!! bjs

  6. Monica
    10 de agosto de 2014 at 11:16

    Olá Cris! Adorei seu post. Estamos programando uma viagem a punta del este p o final do ano e queremos levar nosso golden retriver . A respeito dessa declaração do ministério da agricultura, como eu consigo? E só ir no local? Além disso, li q normalmente os países pedem essa declaração e a comprovação da vacina anti- rábica, mas que cada pais pode fazer sua exigência própria, o Uruguai exige algo a mais?
    Obrigada!

  7. fred
    27 de novembro de 2015 at 22:45

    olá, realmente não pediram nada do carro, nem o documento pra ver se estava no nome do condutor? Sequer perguntaram se vcs estavam de carro?

    • 30 de novembro de 2015 at 14:41

      Olá Fred! Não fizeram perguntas em relação ao meu cachorro! Sobre os documentos do carro, eles pediram sim! Temos que ter tudo em ordem! Boa viagem!

  8. JR
    21 de março de 2016 at 19:27

    Oi, Cris,

    Muito bom o seu post, parabéns. Só fiquei com uma dúvida: você validou o CZI quando cruzou a fronteira ou já chegou lá com o CZI validado?

    Obrigado!

    • 23 de março de 2016 at 13:23

      Olá Junior! Obrigada! Não precisa validar o CZI, o que o ministério da agricultura emite já tem o que é necessário!
      Boa viagem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *